sábado, 1 de janeiro de 2011

Estimulação visual precoce - parte I


   Sabe aquelas luzinhas de Natal que a gente deixa o ano inteiro guardadas para as festas de final de ano? Pois faça o favor de desempacotar. Sabe aquelas pulseirinhas de neon que a gente sempre vê em festas de casamento, formaturas e bailes? Pois arrecade algumas ou procure uma loja especializada. Sabe aquelas folhas de papel celofane que você só lembra de usar quando quer fazer um belo pacote de presente? Pois aqui vai outra dica de uso: mude as cores de sua lanterninha!

   Com essas pequenas mudanças em casa conseguimos montar um ambiente de estimulação pra Marina, desde o início de outubro de 2010, quando começou a usar óculos.

   O mais importante a saber é que qualquer bebê, independente de possuir deficiência visual, começa a reter a atenção primeiramente em pontos luminosos, depois objetos de colorido contraste, para em seguida  notar tudo à sua volta com maior acuidade visual.

   Por isso a primeira grande dica para as mamães é que se aproxime bastante de seus bebês para conversar com eles. Assim ele associará mais rápido a voz com a sua fisionomia, ainda que sua imagem não esteja perfeitamente clara para ele.

   Para as mamães que estão estimulando bebês com baixa visão, é muito importante brincar bastante com objetos luminosos e com constraste (por exemplo, preto/branco, marinho/amarelo). Abaixo um dos cantinhos de exercícios da Marina:
   
Dentro do berço montamos um móbile (arcos em preto/branco, amarelo/vermelho),
com brinquedos super coloridos.

Em volta dos arcos, notem as luzinhas de Natal. Elas piscam no ritmo das músicas natalinas.

No detalhe, Marina, desviando atenção para o ponto vermelho da máquina fotógrafica. Linda!

2 comentários:

  1. Querida mamãe da doce Marina!

    Me emocionei com teu bolg e tua história. A partir de hoje saiba que a princesinha estará em minhas orações diárias. Pedirei a Deus a cura para ela e para vc a força que nós mamães corujas precisamos ter para criar, ensinar e enfrentar os obstáculos que aparecem nessa árdua e m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a tarefa de cuidar dos nossos anjinhos.
    Sou mãe do Moisés, ele tem hj 9 meses e é muito esperto e ativo. Ele é muito saudável, na verdade quem tem uma saúde um pouco frágil sou eu, encontrei teu blog quando estava procurando o telefone do HBO porque terei que fazer uma cirurgia na semana que vem, pois estou com problemas na visão em função da uma retinopatia diabética grave que surgiu por causa da gestação e porque sou portadora de diabetes tipo I desde os 14 anos.
    Ao ver a história da Marina fiquei muito tocada, pois tenho muito medo de não ver meu filho crescer ou ser um peso para ele e meu marido que amo tanto. Mas vcs duas me mostraram que o amor faz com que os limoões se transformem em saborosas limonadas e com certeza meu filho terá muito orgulho de mim, pois todo sacrifício que fiz foi justamente porque queria muito tê-lo.
    Somos cristãos e por isso temos nosso conso-lo em Deus de que tudo dará certo e o mesmo desejo pra linda Marina!
    Deus abençoe a tua casa sempre.
    Com amor sincero e fraternal,
    Cristine

    ResponderExcluir
  2. MINHA FILHA TEM 6 ANOS, ELA CORRE,ANDA DE BICICLETA,MEXE NO COMPUTADOR, ESCREVE O NOME DELA,SO QUE ELA FICAVA MUITO PROXIMA DA TV,E FUI LEVAR ELA ACHANDO QUE SE FOSSE USAR, SERIA POR POUCO TEMPO,MAIS TOMEI UM CHOQUE,QUANDO A MEDICA DISSE QUE ELA TEM, 9 GRAUS NO OLHO DIREITO, E 9 NO OLHO ESQUERDO,AS PESSOAS CHEGAM P MIM E FALAM LEVA ESSA MENINA EM OUTRO MEDICO,NAO TEM COMO ESSA MENINA TER TODOS ESSES GRAUS MAIS QUANDO PEGUEI O OCULOS,ELA FALOU QUE FICA BOM,ELA ESTA USANDO TAMPAO,E FAZENDO FISILTERAPIA UMA VEZ POR SEMANA,SO QUE NAO E PERTO E GOSTARIA DE ALGUMA DIA PARA FAZER EM CASA

    ResponderExcluir